Redes informais nas organizações em tempo de pandemia: um estudo sobre compartilhamento de informação da Defensoria Pública da União em Belo Horizonte

Autores

Palavras-chave:

redes formais. Redes informais. Informação. Pandemia. Compartilhamento. Trabalho remoto.

Resumo

O trabalho remoto se tornou a nova realidade para muitos com a pandemia. Organizações públicas, como a Defensoria Pública da União (DPU), instituíram o trabalho remoto para se manter atuante sem colocar em risco os servidores e a população. Este estudo busca analisar as redes informais utilizadas por esse órgão antes e durante o trabalho remoto. A metodologia utilizada foi revisão de literatura e estudo de caso, através de aplicação de pesquisa quantitativa. Os resultados apontaram que os canais informais foram mais utilizados que os canais formais para compartilhamento de informação entre os servidores, e que os canais formais não foram excluídos, mas complementados pelos informais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Christiane Duarte Rodrigues, Universidade FUMEC

Formada em jornalismo, Pós-graduada em Comunicação Pública, mestranda em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento. Servidora pública desde 2009, cargo de assessora de comunicação.

Downloads

Publicado

2023-01-20

Como Citar

Rodrigues, C. D. (2023). Redes informais nas organizações em tempo de pandemia: um estudo sobre compartilhamento de informação da Defensoria Pública da União em Belo Horizonte. Revista ACB, 27(3), 1–21. Recuperado de https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1827

Edição

Seção

Relato de pesquisa