MAPEAMENTO DE ÍNDICES E INDICADORES:experiência didática

Vanessa Steinbach

Ursula Blattmann

Resumo: Apresenta conceitos sobre índices e indicadores. O método consiste mapear índices e indicadores, sua inserção na base de dados BVBCI, desenvolvida no software Winisis da UNESCO, para atualizar a informação e os enlaces da Biblioteca Virtual de Biblioteconomia e Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina. Entre os resultados, estão as atualizações, remoções e a inclusão de novos registros. Conclui-se que a aplicação de critérios na seleção de informações na web, saber recuperar a informação com precisão, evitar a desinformação ou até mesmo a sobrecarga informacional são requisitos indispensáveis para desenvolver habilidades e competências na formação de bibliotecários especialmente na organização da informação on-line.
Palavras-chave: Índices; Indicadores; Mapeamento da informação on-line.
 

1 INTRODUÇÃO

A importância do mapeamento da informação especializada na Internet visa possibilitar a recuperação no sentido de aplicar estratégias de busca facilitando o acesso das informações on-line disponibilizadas na WEB. Além disso, estimula o uso dos índices e indicadores das diferentes áreas nas quais o bibliotecário precisa saber como e porque utilizar estas fontes de informações.

Os índices e indicadores podem ser definidos como fontes de informação relevantes, sucintos e estão disponibilizados em formatos: papel, digital (CD-ROM) e on-line (na internet) .

Para Meis (2002, p.74) "A comparação dos índices bibliométricos das diversas áreas do saber mostra o descompasso entre descobrir e ensinar. No período de 1981 a 1993, foram publicados pelas revistas catalogadas pelo ISI um total de 7.756.888 artigos científicos que descreviam novas descobertas e, desses, somente 0,5% (36.212 artigos) eram relacionados com algum aspecto da educação." Portanto, é necessário divulgar mais as novas práticas de ensino, principalmente no campo da Biblioteconomia e Ciência da Informação, pois com o uso das novas tecnologias da informação e comunicação, principalmente no sentido de evitar o excesso da informação e cuidar para não haver a desinformação, cabe procurar alternativas educacionais entre as inovações disponibilizadas e o saber organizar a informação para facilitar a busca, o acesso e o uso da mesma.

Esse artigo relata o mapeamento da categoria sobre índices e indicadores para a Biblioteca Virtual de Biblioteconomia e Ciência da Informação - BVBCI (http://www.ced.ufsc.br/bibliote/virtual/indices.html), sendo a última atualização realizada em 25 de outubro de 2000, em que constava 5 registros. Esta atividade foi realizada na disciplina Controle dos Registros do Conhecimento II - (CIN 5431 - http://www.ced.ufsc.br/~ursula/5431/) do Curso de Biblioteconomia (http://www.cin.ufsc.br/grad/graduacao.htm) da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (http://www.ufsc.br/) no primeiro semestre de 2005, e foram mapeados um total 35 registros. A disciplina tem como objetivo geral “capacitar os alunos à analise e utilização de obras gerais de referência” e entre os específicos “elaborar uma obra de referência”.

Em relação aos procedimentos metodológicos pode-se dizer que foram mapeadas informações on-line, ou seja, aplicando critérios de avaliação para páginas da web. Essa atividade utilizou os critérios de avaliação para obras de referência (http://www.ced.ufsc.br/~ursula/5431/criterio.html). Após a seleção e análise, os dados foram inseridos na base de dados BVBCI, desenvolvida no software da UNESCO WINISIS versão1.5. Como objetivo especifico visava-se a elaboração de uma obra de referência, desta maneira os acadêmicos precisavam analisar a estrutura existente e escolher a categoria para respectiva atualização e inclusão de enlaces da Biblioteca Virtual de Biblioteconomia e Ciência da Informação (http://www.ced.ufsc.br/bibliote/virtual/) da Universidade Federal de Santa Catarina, que estava desatualizada desde 2000. Este trabalho foi desenvolvido no primeiro semestre de 2005, entre os meses de maio a junho, por uma equipe de cinco acadêmicos, dos 36 estudantes matriculados na disciplina, e todas as atividades sob a supervisão da professora.

A seguir estão apresentados os conceitos sobre índices e indicadores.
 

2 CONCEITOS DE ÍNDICES E INDICADORES

Para entender a importância e contextualização de índices e indicadores, buscou-se na literatura técnico e científica conceitos referentes ao tema.
No sentido amplo, um índice é um instrumento que dá acesso sistemático e metódico a todas as partes de uma ou mais unidades. Geralmente os índices são encontrados ao final dos livros e remetem o leitor às páginas do corpo principal do livro onde o leitor encontra as informações sobre os diferentes assuntos. (SILBERGER, 1990, p. 93).

No Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa têm-se como lista, em geral alfabética, inclui todos ou quase todos os itens (temas, tratados, nomes próprios mencionados) que se consideram de maior importância no texto de determinada publicação, e que, junto a cada item, indica o lugar (por exemplo o número da página) onde ele pode ser encontrado. (HOUAISS; VILLAR; FRANCO, 2001, p. 1604).

Um índice também recebe a seguinte definição, lista de assuntos, nomes de pessoas, nomes geográficos, etc. Ordenados alfabeticamente com indicação de sua localização na publicação em que aparecem (VIANA; ALMEIDA, 1993, p. 27).

Na área de informática, a lista, pode ser conceituada para um arquivo ou um banco de dados, do campo-chave de cada registro e sua associada localização de memória (LAUDON; LAUDON, 1999, p. 379).

Para Cunha (2001, p. 36-37)

a bibliografia é uma lista de referências bibliográficas relativas aos diversos tipos de fontes de informação sobre determinado assunto ou pessoa. Em geral, é organizado por ordem alfabética ou cronológica de autores. Em termos de cobertura, pode ser exaustiva ou seletiva, podendo trazer apenas a referência bibliográfica ou incluir anotações sobre o item analisado. Os índices, também denominados bibliografias correntes, em geral indexam novos livros e artigos de periódicos. Podem incluir Resumos (abstracts) e são publicados com freqüência variada e de modo regular.
Cabe destacar, conforme menciona Cunha (2001, p.37) que com o uso intensivo de novas tecnologias de informação e comunicação muitos índices estão disponibilizados em formato digital e na Internet (on-line). Como no caso da aquisição, do formato papel em geral, a biblioteca terá que geralmente comprar ou adquirir por permuta ou doação, assim acontece no formato digital on-line, pois também haverá diferentes formas de acessar os índices (alguns gratuitos, outros com acesso restrito, outros somente para assinantes).

Os indicadores podem ser compreendidos como dados estatísticos usados para medir algo intangível, que ilustram aspectos de uma realidade multifacetada. (FAPESP, 2005, cap. 5, p. 5).

Neste trabalho foram localizados apenas os índices disponíveis gratuitamente e os disponibilizado via Portal de Periódicos da CAPES (veja a relação em http://www.periodicos.capes.gov.br/index.jsp?end=/paginaInicial/instituicoes.htm ). Evitou-se utilizar o Portal de Periódicos da CAPES, pois em Santa Catarina somente quatro instituições de ensino superior possam acessá-lo, sendo: o Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina; a Universidade do Estado de Santa Catarina, a Universidade Regional de Blumenau e a Universidade Federal de Santa Catarina.

2.1 Índices

Os índices e os indicadores são fontes de informação e para atender as necessidades das inúmeras áreas do conhecimento cada índice ou indicador tem uma função específica. A seguir são apresentados definições sobre tipos de índices para que o leitor possa entender melhor a sua importância:

a) Índice de citação – É uma ferramenta de referência que inclui não só informações bibliográficas padrão, como títulos, resumos e dados sobre autores de artigos, mas também referências citadas, conhecidas como lista de referência ou bibliografia, dos itens indexados. (THOMSON, 2003, P. 46)

Baseia-se na medida do número de citações recebidas por uma determinada publicação. Ele reflete, acima de tudo o impacto, a influência ou a visibilidade dos artigos científicos ou autores citados junto à comunidade científica. É o meio mais conhecido de atribuir crédito aos autores. (FAPESP, 2005, cap. 5, p. 7).

b) Índice de referência bibliográfica – Este indica todas as partes (artigos, capítulos, etc.) de um título. (SILBERGER, 1990, p. 93).

c) Índice de formas literárias ou artísticas – Este tipo de índice dá acesso a poemas, contos, reproduções de obras de arte, etc., contidos em antologias ou coleções. (SILBERGER, 1990, p. 94).

d) Índice especializado – O índice dedica-se a cobrir uma área do conhecimento, um assunto, um autor, uma área geográfica, etc. (SILBERGER, 1990, p. 95).

e) Índice analítico – O índice apresenta um resumo que relata o conteúdo de cada item indexado. (SILBERGER, 1990, p. 96).

f) Indicadores de produção científica – São construídos pela contagem do número de publicações por tipo de documento (livros, artigos, publicações científicas, relatórios, etc.). (FAPESP, 2005, cap. 5, p. 7).

Pode-se citar outros indicadores importantes: “índice de imediatez”, “índice de impacto”, “índice de atividade”, “índice de afinidade”, “índice de atração”, dentre outros. (FAPESP, 2005, cap. 5, p. 7).
 

2.2 Indicadores

Conforme exposto por Penteado Filho et. al. (2002, p.7):
A importância e valor dos indicadores se pauta na possibilidade de quantificar "coisas" intangíveis como a geração de conhecimentos. Alguns exemplos de indicadores científicos são: número de publicações por ano da empresa, número de pesquisadores ativos, evolução dos principais temas de pesquisa ano a ano, recursos financeiros aplicados e bolsas concedidas.


Para exemplificar a metodologia na elaboração de indicadores na produção científica brasileira, destaca-se o exemplo de “Indicadores  sobre pesquisadores” (http://www.mct.gov.br/estat/ascavpp/portugues/3_Recursos_Humanos/ notas/txt_pesquisadores.htm )  do Ministério da Ciência e Tecnologia – MCT que utiliza a seguinte metodologia:
 

Os Indicadores sobre Pesquisadores foram obtidos a partir de diferentes fontes: Diretório dos Grupos de Pesquisa, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); a Base de Dados da Associação Nacional de Pesquisa, Desenvolvimento e Engenharia das Indústrias Inovadoras (Anpei); e das pesquisas realizadas pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), da Secretaria de Economia e Planejamento do Governo do Estado de São Paulo: Pesquisas da Atividade Econômica Paulista (Paep) e da Atividade Econômica Regional (Paer), esta última em parceria com a Secretaria de Educação Média e Tecnológica, do Ministério da Educação. (grifo no original)
Quanto à produção científica brasileira, conforme pode ser observada no gráfico do MCT (http://www.mct.gov.br/estat/ascavpp/portugues/6_Producao_Cientifica/graficos/graf6_1_8.htm ) comparando os dados de 1981-2002 verifica em números de artigos publicados de acordo com o Institute for Scientific Information – ISI no National Science Indicators (ISI) que o Brasil publicou no ano de 1981 respectivamente 1.887 artigos, enquanto no ano de 2002 foram publicados 11.285 artigos. O indicador internacional da produção científica brasileira no ISI é 1,55%.

Fator de Impacto por exemplo é um indicador bibliométrico patenteado pelo ISI. O fator de impacto de uma revista científica no ano 2000 (por exemplo) é calculado a partir do número de vezes que os artigos publicados por esta revista nos dois anos antecedentes (1998 e 1999) foram citados como referências no ano 2000 dividido pelo número de artigos científicos publicados pela revista em questão nos anos 1998 e 1999. Se uma determinada revista publica 10 artigos por ano e um destes artigos foi citado por outro artigo publicado em 2000 por uma revista que faz parte da lista de revistas do indexador ISI, o fator de impacto será 1 dividido por 20 (10 artigos de 1998 e 10 artigos de 1999). (CAMPOS, 2003, p. 19).

O uso de indicadores está no cotidiano das pessoas: na educação, na economia, na cultura etc. Basta ligar a televisão e nos principais jornais as reportagens e notícias utilizam indicadores para fundamentar as respectivas matérias. Deste modo, foram incorporados no mapeamento os principais indicadores econômicos e financeiros do Brasil.
 

3 CONCLUSÕES

No desenvolvimento do trabalho percebeu-se a importância de saber aplicar critérios na avaliação de fontes de informação on-line em áreas específicas do conhecimento, no caso a Biblioteconomia e a Ciência da Informação.

Também foi necessário utilizar ferramentas tecnológicas (software e hardware) e principalmente aprender como utilizar determinada base de dados, não só para a consulta, mas para realizar a entrada de dados, especificamente na base BVBCI desenvolvida no software Winisis 1.5.

Durante o processo de ensino-aprendizagem pode-se destacar a importância de conhecer as fontes de informação seja no formato impresso e sua evolução para o formato on-line, e suas diversas maneiras de interação. Quando se compara a busca e uso da informação numa lista telefônica impressa, o processo e estratégias de busca têm particularidades que precisam ser estimuladas e analisadas pelos aprendizes. Ao efetuar a mesma tarefa consultando no banco de dados on-line, além dos tradicionais conhecimentos em identificar o tipo da obra, seus escopo, abrangência, acessos, e demais características da obra impressa, requer saber localizar em quais os endereços estão disponíveis as fontes, implica saber utilizar a interface de busca (formulação de estratégias de busca), e interpretar e analisar os resultados obtidos. Torna-se crucial desenvolver habilidades e aperfeiçoar competências do bibliotecário no manuseio de fontes de informação on-line gerais e especializadas, isto é, saber identificar qual a fonte disponível, utilizar critérios de avaliação, saber interagir no ambiente das novas tecnologias da informação e comunicação, e, principalmente, saber interpretar os resultados obtidos e gerar novos serviços e produtos de informação.

Quanto às habilidades e competências necessárias sob a perspectiva dos discentes (alunos do curso de Biblioteconomia da UFSC) estão vinculados em colocar na prática as técnicas e instrumentos modernos no processo de aprendizagem.  Confrontar teoria e prática. Consequentemente ser crítico e criativo para que o processo de aprendizado seja rico e produtivo.

Sob a perspectiva docente, observa-se que turmas com poucos alunos seria o ideal, pois conceitos teóricos e habilidades tecnológicas serão incorporadas no saber-fazer-pensar. Requisitos técnicos do ambiente, como: todos os computadores estejam previamente configurados para o acesso a Internet, com o software da base BVBCI desenvolvida no gerenciador de bases Winisis facilitam os procedimentos gerais de manuseio. O treinamento prévio torna-se necessário, seja como uma demonstração dos recursos e das etapas detalhadas nos procedimentos de seleção, avaliação, entrada de dados, e pesquisa ou até mesmo na dinâmica do aprendizado ao utilizar recursos de informática.

Outro fator que merece atenção é a importância do bibliotecário, no caso estudantes de Biblioteconomia, conhecerem outros idiomas principalmente o inglês. Ao usar somente o idioma português será uma limitação que interfere gradativamente no acesso e uso da informação da aldeia global interconectada via Internet. O mais importante é tornar o processo de aprendizagem agradável, atraente e estimulante e que desperte o interesse do educando de maneira harmoniosa e consciente do processo de aprendizagem, pontuando suas conquistas e realizar a avaliação das dificuldades encontradas.

Os resultados sobre os índices e indicadores estão relacionados no Apêndice A. Os mesmos foram ordenados pelo título para facilitar a localização visual, incluem o endereço URL e uma breve descrição. Esta relação pode ser visualizada no seguinte endereço: http://www.ced.ufsc.br/bibliote/virtual/indices.html. Cabe destacar que na base BVBCI pode-se interagir de acordo com a indexação dos campos previamente designada. Além de facilitar o acesso no formato de saída, possibilita acionar diretamente o enlace e a janela do ambiente da Internet. Portanto facilita a recuperação, o acesso e uso da informação cadastrada na base. Recomenda-se que a mesma esteja disponível com interface na web para ampliar a busca, o acesso e uso da informação cadastrada.
 

AGRADECIMENTOS

Agradecemos aos colegas na coleta de dados e preenchimento da base de dados: Ana Jacira Porto, Denise Pinto Turnês, Neusa Ingracia Berto, Vanessa Willemann.
 

REFERÊNCIAS

ARRUDA, Susana Margaret de; CHAGAS, Joseane. Glossário de Biblioteconomia  e ciências afins. Florianópolis: Cidade futura, 2002. p.116.
BRASIL. MINISTÉRIO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Indicadores Nacionais de Ciência e Tecnologia. Brasília, 2005. Disponível em: < http://www.mct.gov.br/estat/ascavpp/Default.htm > Acesso em 12 jul.2005.
CAMPOS, Mauro. Conceitos atuais em bibliometria. Arq. Bras. Oftalmol., v.66, p. 18-21, 2003. Disponível em: < http://www.abonet.com.br/abo/666s/edit07.pdf > Acesso em 12 jul.2005.
CUNHA, Murilo Bastos da. Para saber mais: fontes de informação em ciência e tecnologia. Brasília : Briquet Lemos, 2001.
FUNDAÇÃO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Análise da produção científica a partir de indicadores bibliométricos. 2004. Cap. 5. Disponível em : < http://www.fapesp.br/indicadores2004/volume1/cap05_vol1.pdf > Acesso em 03 jun. 2005.
HOUAISS, Antonio; VILLAR, Mauro de Salles; FRANCO, Francisco Manoel de Mello. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.
LAUDON, Kenneth C.; LAUDON, Jane Price. Sistemas de informação com Internet. Tradução Dalton Conde de Alencar. Rio de Janeiro : LTC, 1999.
MEIS, Leopoldo de . Ciência , educação e o conflito humano-tecnológico. 2. ed. rev. ampl. São Paulo : Ed. SENAC São Paulo, 2002.
PENTEADO FILHO, Roberto de C. et. al.Aplicação da bibliometria na construção de indicadores sobre a produção científica da EMBRAPA. In: WORKSHOP BRASILEIRO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E GESTÃO DO CONHECIMENTO, 3., 2002, SÃO PAULO. Anais ... SÃO PAULO, 2002.Disponível em : < http://www22.sede.embrapa.br/unidades/uc/sge/aplicacao_bibliometria.pdf > Acesso em: 11 jul. 2005.
SILBERGER, Kathryn Kemp. Obras de referência: subsídios para uma avaliação criteriosa. Florianópolis: Ed. da UFSC, 1990. 250p.
THOMSON. Institute for Scientific Information. Web of science 6.1. 2003 [sem-wos-6-1-0603_port]
VIANA, Maria Cecília Monteiro; ALMEIDA, Maria Olívia de. Pesquisa escolar: uso do livro e da biblioteca. São Paulo: [s.n.], 1993.
______

 

INDEXES AND INDICATORS MAPPING: didactics experience

Abstract: This paper presents concepts about indexes and indicators. Method consists to mapping indexes and indicators at the web, after selection,  each register is insert at the BVBCI database, using the Winisis UNESCO´s software, to updated the links and information at the “Library and Information Science Virtual Library” from the Federal University of Santa Catarina. Some results are the new registers inclusion, updates or removals. Concludes that is important to use application criteria to select web information, learn how to retrieval information with precision, how to prevent the misinformation or even information overload these are requirements to develop abilities and competence to the librarians education especial to organize on-line information.
Keywords: Index; Indicators; On-line information mapping.
______
 

Vanessa Steinbach

Acadêmica do Curso de Biblioteconomia
Universidade Federal de Santa Catarina
Campus Universitário s/n. - Trindade - CEP 88040-900
Florianópolis - SC - Brasil
E-mail: vanessa.steinbach@ig.com.br
 

Ursula Blattmann

Professora do Departamento de Ciência da Informação
Universidade Federal de Santa Catarina
Campus Universitário s/n. - Trindade - CEP 88040-900
Florianópolis - SC - Brasil
E-mail: ursula@ced.ufsc.br
 

Artigo recebido em: 05/08/2005
Aceito para publicação em: 19/12/2005

 

APÊNDICE A

CATEGORIA ÍNDICES E INDICADORES DA BIBLIOTECA VIRTUAL EM BIBLIOTECONOMIA E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO DA UFSC

Agropecuária Estoque - IBGE
URL:http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/agropecuaria/estoque/default.shtm
Informa sobre estoques de produtos agropecuários.

Boletim Diário de Informação – BDI – BOVESPA
URL: http://www.bovespa.com.br/InstDados/Negociacao/boletimBDI.htm
O BDI fornece dados completos do Pregão, incluindo Comunicados recebidos das empresas negociadas na BOVESPA, informações sobre, Assembléias, Proventos, Leilões, comportamento dos Índices, entre outras.

Br.arXiv.org e-Print archive mirror
URL: http://xxx.if.usp.br/
Arquivos abertos sobre Física, Matemática, Computação da USP.

DATASUS - Ministério da Saúde
URL: http://albatroz.datasus.gov.br/DATASUS/SITE/
Departamento de Informação e Informática do SUS - DATASUS, órgão da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde, a responsabilidade de coletar, processar e disseminar informações sobre saúde.

Estadão investimentos
URL: http://www.estadao.com.br/investimentos/revista/
Consulta o ranking da economia, trás números do balanço, indicadores financeiros e de mercado das maiores empresas de capital aberto da América Latina e dos EUA.

Estatísticas de uso do periódicos CAPES
URL: http://www.periodicos.capes.gov.br/index.jsp?end=/paginaInicial/estatisticas/estatistica.htm
Apresenta indicadores sobre o acesso das fontes de informação (bases de dados com texto completo e referenciais, e editoras publicadoras) disponibilizadas no Portal de Periódicos CAPES. Para verificar as instituições participantes do Portal http://www.periodicos.capes.gov.br/index.jsp?end=/paginaInicial/instituicoes.htm .

Estatísticas do CNPq
URL: http://www.cnpq.br/servicos/estatisticas/index.htm .
As estatísticas são relativas às atividades do CNPq no apoio à realização de pesquisas e à formação e qualificação de recursos humanos. Para acessar dados sobre fomentos veja http://plsql1.cnpq.br/sigef_imp/prc_cons_hist_proc  ; sobre Diretório de Instituições veja: http://di.cnpq.br/di/  ; Diretório dos Grupos de Pesquisa (por grupo, líderes, pesquisadores e estudantes) http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/ ; Base de Pesquisadores e produção em ciência e tecnologia http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/  ; Diretório dos Grupos de Pesquisa de 2004-2002 http://dgp.cnpq.br/censo2004/ .

EXIT - Directorio de expertos en el tratamiento de la información
URL: http://www.kronosdoc.com/gtbib/directorios/exit.php
Diretório EXIT (Expertos no Tratamento da Informação) trata-se de uma ferramenta que permite aos profissionais da biblioteconomia, da documentação e da arquivologia contatar outros especialistas da área na Espanha, Portugal e América Latina, e os falantes dos idiomas espanhol ou português.

FGV100 - FGV
URL: http://www2.fgv.br/dgd/asp/dsp_FGV100.asp
Em 1986 criamos o FGV100, índice que se tornou importante referência de desempenho das ações de segunda linha nas bolsas brasileiras. Sua carteira é formada por 100 papéis de 100 empresas privadas não-financeiras, tendo como critério de seleção, além da dimensão das empresas, o desempenho econômico-financeiro e a liquidez das ações negociados na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e na Sociedade Operadora de Mercado de Acesso (SOMA).

FGV100E - FGV
URL: http://www2.fgv.br/dgd/asp/dsp_FGV100.asp
FGV100E criado em 1993. Este índice diferencia-se do FGV100 pela inclusão de empresas estatais em sua carteira teórica. O FGV100 e o FGV100E são divulgados neste site duas vezes por dia, às 14:00 e às 18:00 h, e pelos principais jornais financeiros do país.

FGVDADOS
URL: http://fgvdados.fgv.br/dsp_gratuitas.asp
Apresenta os diversos indicadores da FGV alguns com acesso gratuito e outros com assinatura.

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP
URL: http://www.fapesp.br/indicadores/
Tem por objetivo disponibilizar informações indispensáveis à produção e/ou análise de indicadores de Ciência Tecnologia e Inovação.

Fundação Getúlio Vargas - FGV
URL: http://www2.fgv.br/dgd/asp/index.asp
Apresentam indicadores financeiros do Brasil elaborados pela FGV: IGP, FGV100, IPC-S, Agropecuários, Índices Setoriais de Custos.

Glossary of Statistical Terms
URL: http://cs3-hq.oecd.org/scripts/stats/glossary/index.htm
Glossário de termos estatísticos usados na OECD

Indicadores de Produção Pecuária - IBGE
URL:http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/agropecuaria/producaoagropecuaria/default.shtm
Informa sobre o número de animais abatidos, sobre quantidade de leite entregue às indústrias, sobre a quantidade de couro cru de bovino adquirido pelos curtumes e indicadores sobre a variação da produção física de ovos de galinha.

Indicadores Econômicos Banco Central do Brasil
URL: http://www.bcb.gov.br/?INDECO
Estão relacionados os arquivos contendo os Indicadores Econômicos do Brasil. Apresenta um glossário em http://www.bcb.gov.br/?GLOSSARIO .

Indicadores Nacionais de Ciência e Tecnologia - Ministério de Ciência e Tecnologia - MCT
URL: http://www.mct.gov.br/estat/ascavpp/Default.htm
O Ministério de Ciência e Tecnologia do Brasil divulga os indicadores nacionais de ciência e tecnologia (C & T). A última publicação impressa foi editada em 2002. No segundo semestre de 2003 teve início o processo de atualização das informações com a reformulação de tabelas e gráficos, que se estendeu até 2004, com a inclusão de dados disponíveis até abril de 2005. Publica os indicadores nos idiomas português, inglês e espanhol. Entre os indicadores estão o de patentes : http://www.mct.gov.br/estat/ascavpp/portugues/menu7page.htm

Indicadores Socioeconômicos Básicos do Brasil
URL: http://www.brasil.gov.br/ind_corpo.htm
Indicadores Socioeconômicos Básicos do Brasil reúnem informações sobre a população brasileira, a evolução do Produto Interno Bruto (PIB), dados sobre inflação, taxa de juros, investimentos estrangeiros diretos, Balança Comercial e outros índices.

Índice de preços ao consumidor semanal - FGV - IPC-S
URL: http://www2.fgv.br/dgd/asp/dsp_IPCS.asp
Único índice de preços de periodicidade semanal com grande abrangência geográfica, calculado no Brasil.

Índice e preços agropecuários - FGV
URL: http://www2.fgv.br/dgd/asp/dsp_Agropecuarios.asp
São quatro tipos de levantamentos de preços no âmbito do setor agropecuário, englobando 37 produtos, 46 insumos, 7 tipos de transações envolvendo terras e 8 modalidades de salários e serviços: Indicador de Preço do Milho (diário); Preços de Terras, Salários e Serviços (semestral); Preços Recebidos pelos Produtores Rurais mensal; Preços Pagos pelos Produtores Rurais (mensal).

Índices Gerais de Preços - FGV - IGP
URL: http://www2.fgv.br/dgd/asp/dsp_IGP.asp
A utilização de índices setoriais gera, entre outros benefícios, a manutenção do equilíbrio econômico-financeiro de contratos, a eliminação de discussões nos reajustes contratuais e o balizamento para a atualização de tarifas. Na administração pública, os índices setoriais representam maior eficiência nos processos e, principalmente, importante reduções de custo.

Índices Setoriais de Custos - FGV
URL: http://www2.fgv.br/dgd/asp/dsp_Ind_Setoriais.asp
Índices setoriais geram, entre outros benefícios, a manutenção do equilíbrio econômico-financeiro de contratos, a eliminação de discussões nos reajustes contratuais e o balizamento para a atualização de tarifas. Diversos índices disponíveis para os setores hidrelétrico, rodoviário, portuário, metroviário, hospitalar, vigilância e segurança, limpeza, asseio e conservação.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira -INEP- MEC
URL: http://www.inep.gov.br/estatisticas/
Apresenta dados estatísticos (com os respectivos indicadores) referente aos sistemas de consulta do Inep. Por exemplo o EDUDATABRASIL que apresenta a evolução dos indicadores educacionais do Brasil. É voltado principalmente para pesquisadores e gestores, além do público em geral.

Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - IBGE
URL:http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/agropecuaria/lspa/default.shtm
Obtém informações mensais sobre previsão e acompanhamento de safras agrícolas, com estimativas de produção, rendimento médio e áreas plantadas e colhidas, tendo como unidade de coleta os municípios.

Oficinas de la ONU alrededor del mundo
URL: http://www.onu.org/
Agenda, Noticias, Trabalho, Bases de Dados, Documentos, Países, Temas.

Organisation for Economic Co-operation and Development
URL: http://www.oecd.org/home/
Instituição que apresenta diversos indicadores internacionais como Pisa http://www.pisa.oecd.org/pages/0,2966,en_32252351_32235731_1_1_1_1_1,00.html

Organização das Nações Unidas - ONU
URL: http://www.un.org/spanish/
apresenta as informações da ONU e permite visualizar os diversos tipos de publicações inclusive base de dados. Como indicadores sociais observa-se em http://unstats.un.org/unsd/demographic/products/socind/

Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário - IBGE
URL: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/industria/pimes/default.shtm
 Apresenta indicadores referente ao comportamento dos empregos e dos salários nas atividades industriais.

PsycCrawler
URL: http://www.psychcrawler.com/
PsycCrawler é um produto da American Psychological Association criado para prover acesso rápido, qualitativo na área da psicologia.

Qualis: classificação de periódicos, anais, jornais e revistas
URL: http://qualis.capes.gov.br/
O Qualis é elaborado pela CAPES - MEC, é o resultado do processo de classificação dos veículos utilizados pelos programas de pós-graduação para a divulgação da produção intelectual de seus docentes e alunos

Relatórios de citações de revistas - SCIELO
URL: http://www.scielo.br/stat_biblio/index.php?lang=pt
Apresenta os relatórios de citações de revistas indexadas pela Scielo: Dados fonte, Fator de impacto em um período de dois anos, Fator de impacto em um período de três anos, e Vida média, Citações recebidas, Citações concedidas.

Roots web. com Home Page
URL: http://www.rootsweb.com/
Registros sobre: Atlas, Nascimento, Direção, Cidade, Cores, Divórcio, Religião, Matrimônio, Militar, Nativo, Jornal, Óbitos, Passageiros, Floricultor, Impostos, Grupos de Religião, Sociedade e Profissão, Pesquisa e Grupo de Família.

Sistema de Informação sobre Indicadores de Ciência e Tecnologia - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
URL: http://www.fapesp.br/materia.php?data[id_materia]=2060
O sistema é formado por três bancos de dados relativos: Fontes primárias, Fontes documentais e indicadores de Ciência e Tecnologia.

Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor - IBGE
URL:http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/precos/inpc_ipca/defaultinpc.shtm
Efetua a produção contínua e sistemática de índices de preços ao consumidor

United Nation Industrial Development Organization
URL: http://www.unido.org/doc/3474
E-mail: stat@unido.org
Abrange dados estatísticos globais, organização em base de dados sobre estatística industriais.

Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v.11, n.1, p. 243-256, jan./jul., 2006.

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis (Brasil) - ISSN 1414-0594

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.