Rede sociotécnica na governança de políticas públicas: o contexto da comunicação extensiva <p> Sociotechnical network in governance public policy: the context of extensive communication

Autores

  • Marcelo Souza de Jesus Universidade de Brasilia / FIOCRUZ-Brasília
  • Elmira luzia Melo Soares Simeão Universidade de Brasília - Ciência da Informação.
  • Wagner de Jesus Martins Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz-Brasília

Palavras-chave:

Rede Sociotécnica. Governança. Políticas Públicas. Comunica Extensiva. Animaverbivocovisualidade (AV3).

Resumo

Este artigo tem como objetivo demonstrar de que maneira as Redes Sociotécnicas contribuem com a Governança de Políticas Públicas. O estudo de Rede Sociotécnica vem adquirindo dimensões importantes para a compreensão da dinâmica de relacionamento e do entendimento do fluxo de informação, comunicação nos processos operacionais para a Governança. A compreensão da rede de relacionamento serve para o propósito do entendimento da influência da estrutura social informal sobre a estrutura formal na perspectiva de avalizar como as Redes Sociotécnicas contribuem com a governança nas políticas públicas. Por fim, discute-se o papel da governança no âmbito da teoria das redes sociais e a importância da participação na formulação de políticas públicas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elmira luzia Melo Soares Simeão, Universidade de Brasília - Ciência da Informação.

É doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília (2003), com mestrado em Comunicação e Cultura na Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998). Graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Piauí (1990). Atua na área de editoração, formação de acervos e competência informacional. Exerce, desde 2010, a direção da Faculdade de Ciência da Informação da Universidade de Brasília, sendo membro do Conselho de Ensino e Pesquisa da UnB (CEPE), Conselho de Administração (CAD) e Conselho Superior da UnB (CONSUNI). É professora na Faculdade de Ciência da Informação, na graduação em Biblioteconomia e no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade de Brasília. Integra a comissão científica da Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação (periódico internacional sob a responsabilidade editorial da Faculdade de Ciência da Informação da Universidade de Brasília e Departamento de Documentación da Universidad Carlos III de Madrid - Espanha. Coopera também na série Tempus e Tempus Actas. É parecerista em várias revistas da área de Ciência da Informação. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Publicações Eletrônicas e Editoração, atuando principalmente nos seguintes temas de pesquisa: tecnologia da informação, editoração, comunicação, ciência da informação, informação e saúde, comunicação extensiva, competência em Informação e inclusão digital. É representante da Universidade de Brasília no convênio com a Universidad Complutense de Madrid (UCM), onde mantém contato com pesquisadores nos departamentos de Biblioteconomia e Ciência da Informação e Documentação da UCM. É líder do grupo de Pesquisa Competência Informacional certificado pelo Conselho Nacional de Pesquisa do Ministério de Ciência e Tecnologia(MCT). (Texto informado pelo autor)

Wagner de Jesus Martins, Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz-Brasília

Doutor em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz (2013), possui graduação em CIÊNCIA ECONÔMICA pela Sociedade Universitária Augusto Motta (1988) e mestrado em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública (2003). Atualmente é analista de gestão em saúde da Fundação Oswaldo Cruz -Brasília, onde foi Diretor de Planejamento Estratégico. Também exerceu a função de diretor de programa - planejamento e gestão - Secretaria de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde do Brasil. Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Políticas Públicas, atuando principalmente nos seguintes temas: planejamento estratégico, integração regional, planejamento regional;, modelo de gestão e planejamento em saúde, prospectiva estratégica, análise de redes sociais, política de Ciência, Tecnologia e Inovação. Coordena a Rede Brasileira de Prospectiva.

Downloads

Publicado

2016-03-11

Como Citar

Jesus, M. S. de, Simeão, E. luzia M. S., & Martins, W. de J. (2016). Rede sociotécnica na governança de políticas públicas: o contexto da comunicação extensiva <p> Sociotechnical network in governance public policy: the context of extensive communication. Revista ACB, 21(1), 17–26. Recuperado de https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1053