Trabalho, contemporaneidade e práticas profissionais: sentidos e significados do trabalho para bibliotecários

Luhilda Ribeiro Silveira, Ana Paula Grillo Rodrigues

Resumo


O trabalho ocupa um lugar central na vida dos sujeitos na contemporaneidade. Em geral, a vida das pessoas se estrutura fortemente em função do mundo do trabalho, podemos observar isso desde a entrada da criança na educação formal, quando começa sua preparação para ele, até a sua aposentadoria, passando logicamente pelo exercício profissional. Tudo isso marca a estrutura subjetiva dos sujeitos. Nesse sentido, o trabalho do bibliotecário, como as demais profissões, tem suas especificidades que caracterizam a sua prática profissional, e como toda e qualquer atividade, seus sentidos e significados se dão numa teia complexa e profunda de relações que envolvem a subjetividade humana. Nesse sentido, o presente estudo teve como objetivo analisar o sentido do trabalho para os bibliotecários, através da aplicação de um questionário em profissionais de diferentes regiões do Brasil. A análise dos resultados se pautou na metodologia da Análise de Conteúdo. Os resultados nos apontam a coexistência das dimensões das racionalidades instrumental e substantiva nas identificações do sentido do trabalho pelos bibliotecários. Observamos ainda, a predominância de um sentimento positivo dos profissionais em relação ao trabalho.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis (Brasil) - ISSN 1414-0594

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.