Práticas de seleção, aquisição e descarte do livro didático em escolas públicas: um estudo

Autores

  • Daniele Feldman Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN) http://orcid.org/0000-0001-5730-0520
  • Gisela Eggert-Steindel Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Professora no Centro de Ciências Humanas e da Educação (FAED), ministra aulas no curso de Graduação em Biblioteconomia com Habilitação em Gestão da Informação, no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) e na Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação (PPGInfo).

Palavras-chave:

Gestão de Estoques de Informação. Livro Didático. PNLD.

Resumo

Este artigo discorre sobre o percurso de formação do acervo didático de uma Escola Estadual de Educação Básica, localizada no município da grande Florianópolis (SC). A partir disso, teve por objetivos específicos: conhecer as diretrizes do PNLD e verificar as práticas de seleção, aquisição e descarte adotadas pela instituição escolar quanto ao LD disponibilizado pelo PNLD. Trata-se de um estudo de caráter descritivo com abordagem qualitativa, sendo realizado através de um estudo de caso. Utilizou-se como método a pesquisa documental. Para a coleta de dados utilizou-se a observação somada à entrevista semi-estruturada. Os dados coletados foram tratados e analisados por meio da análise de conteúdo. Este estudo demonstrou que as diretrizes do PNLD são adotadas pela instituição escolar em estudo, porém que nessa instituição escolar a seleção, a aquisição e o descarte dos LD disponibilizados pelo PNLD são diferentes dos parâmetros teóricos do campo da Biblioteconomia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniele Feldman, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN)

Atualmente, é Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Mestre em Gestão da Informação pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), na qual Graduou-se em Biblioteconomia com Habilitação em Gestão da Informação.

Gisela Eggert-Steindel, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Professora no Centro de Ciências Humanas e da Educação (FAED), ministra aulas no curso de Graduação em Biblioteconomia com Habilitação em Gestão da Informação, no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) e na Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação (PPGInfo).

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), Mestre em Ciências da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Especialista em Informação Industrial pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) na qual também graduou-se em Biblioteconomia e Documentação.

Professora no Centro de Ciências Humanas e da Educação da Univerisidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) desde 1993, ministra aulas na graduação e desde 2007 atua no Programa de Pós-Graduação em Educação (DPED/FAED) e a partir de 2013 no Mestrado Profissional em Gestão de da Informação (DBI/FAED).

Downloads

Publicado

2017-04-11

Como Citar

Feldman, D., & Eggert-Steindel, G. (2017). Práticas de seleção, aquisição e descarte do livro didático em escolas públicas: um estudo. Revista ACB, 22(1), 50–60. Recuperado de https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1302