Perspectivas para profissionais da informação em incubadoras de empresas

Jéssica Bedin, Priscila Machado Borges Sena, Ana Clara Cândido

Resumo


Focados na co-criação de valor, os ecossistemas de inovação apresentam distintos agentes com o propósito em comum abrigarem e apoiarem as empresas. Como agentes primordiais, as incubadoras de empresas funcionam como mecanismos que oferecem programas de incubação com vistas a impulsionar o negócio. A fim de promover a qualificação desses mecanismos foi criado o modelo de gestão CERNE. Diante desse horizonte de foco na co-criação de valor, promoção de qualificação e desenvolvimento sistêmico, reflete-se: como os profissionais da informação podem contribuir na implementação do modelo CERNE nas incubadoras visando suas qualificações? Assim, objetivou-se indicar oportunidades de atuação para profissionais da informação em incubadoras que estão em processo de implantação ou de certificação no modelo CERNE. Realizou-se uma pesquisa bibliográfica e documental com fontes que embasaram e permitiram a descrição das oportunidades identificadas. Verificou-se que o profissional da informação pode atuar em incubadoras com suas competências de pesquisa, organização, síntese e registro da informação, viabilizando a divulgação, acesso e uso. Ademais, pode auxiliar no desenvolvimento das empresas incubadas, na formação do empreendedor, na tomada de decisão e planejamento da incubadora, e ainda na certificação CERNE, por meio da sistematização e documentação de processos.

Palavras-chave


Incubadora de Empresas. Modelo CERNE. Profissionais da Informação. Competências do profissional da Informação.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis (Brasil) - ISSN 1414-0594

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.