A biblioteca e o novo paradigma produtivo da indústria 4.0

Autores

Palavras-chave:

Biblioteca 4.0. Indústria 4.0. Fontes de Informação. Biblioteca do futuro.

Resumo

Pesquisa bibliográfica realizada na base de dados Scopus para verificar o possível impacto do fenômeno da Indústria 4.0 ou I4.0 no ambiente de biblioteca. A I4.0 é conhecida também como a quarta revolução industrial e se caracteriza em essência pelo uso de tecnologia da informação e da digitalização total na produção e consumo de bens e serviços. Os resultados mostram que a I4.0 tem influenciado a pesquisa em Ciência da Informação, que já existem alguns conceitos estritamente ligados ao fenômeno da I4.0, o de Biblioteca 4.0 e de e-science, por exemplo. Observa-se que a atuação das bibliotecas contemporâneas converge com o fenômeno da I4.0. Conclui que as bibliotecas seguem em direção ao universo digital e que precisam competir com os buscadores comerciais através da união e do compartilhamento de informação em escala global, e que a criatividade é fundamental para tal intento. O estudo pode contribuir com profissionais e pesquisadores interessados na modernização de bibliotecas e despertar o interesse de pesquisadores da área de CI em relação ao fenômeno da I4.0. Estudos futuros quantitativos e qualitativos sobre a biblioteca do futuro se fazem necessários, para identificar as tecnologias que se inserem de melhor maneira no contexto bibliotecário e demais unidades de informação, além de estudos de usuários e técnicas de gestão da informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabricio Foresti, UFSC

MESTRE EM CI E DOUTORANDO EM CI PELA UFSC BACHAREL EM BIBLIOTECONOMIA

Downloads

Publicado

2019-12-27

Como Citar

Foresti, F., & Varvakis, G. (2019). A biblioteca e o novo paradigma produtivo da indústria 4.0. Revista ACB, 24(3), 513–535. Recuperado de https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1527