Tecnologias digitais e acesso à informação: uma pesquisa com pessoas surdas

Autores

Palavras-chave:

Acessibilidade. Comportamento informacional. Libras. Pessoas surdas. Tecnologias digitais.

Resumo

Apresenta o relato de uma pesquisa de iniciação científica do ensino médio (PIBIC-EM) que trata do acesso à informação digital por pessoas surdas A proposta foi centrada no público surdo, cuja motivação surge a partir da necessidade de conhecer o comportamento informacional destes usuários ao fazerem uso de mídias digitais, bem como a sua interação com a sociedade. Os resultados demonstraram que o avanço das tecnologias digitais vem contribuindo para facilitar o acesso à informação e a participação social das pessoas surdas em diversas atividades. No entanto, ressalta-se a necessidade de os profissionais da educação conhecerem a Libras

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sylvana Karla da Silva de Lemos Santos, Instituto Federal de Brasília

Estudante de doutorado no Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade de Brasília. Docente de Informática no Instituto Federal de Brasília.

Tania Carla da Silva, Instituto Federal de Brasília, Campus Gama.

Técnica de nível médio em Alimentos.

Ivette Kafure, Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação.

Doutora em Ciência da Informação. Docente na Faculdade de Ciência da Informação da Universidade de Brasília

Downloads

Publicado

2019-04-01

Como Citar

Santos, S. K. da S. de L., Silva, T. C. da, & Kafure, I. (2019). Tecnologias digitais e acesso à informação: uma pesquisa com pessoas surdas. Revista ACB, 24(1), 129–143. Recuperado de https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1546

Edição

Seção

Relato de pesquisa