Biblioterapia com os gestores de uma Escola de Educação Básica de Chapecó (SC): relato de experiência

Cristiane Aparecida Ramos do Prado, Críchyna da Silva Madalena

Resumo


Resumo: A vivência biblioterapêutica na escola e principalmente com os estudantes é importante, no entanto, também é preciso estender essa ação para os profissionais que atuam nesse ambiente. A biblioterapia com os gestores de uma instituição escolar tem a intenção de amenizar as aflições no ambiente de trabalho. Diante disso, o presente relato de experiência descreve uma sessão biblioterapêutica aplicada na gestão de uma escola de educação básica de Chapecó (SC).  Para a execução de tal atividade foram usadas técnicas de relaxamento, sons da natureza, leitura de poesia, leitura de história, diálogo e finalizou-se com entrega de lembrancinha. O objetivo geral constituiu na aplicação de atividade biblioterapêutica com o grupo de gestores da escola, e assim aliviar um pouco as tensões ocasionadas pelo cotidiano no trabalho. Dessa maneira, usou-se a metodologia incutida na ‘pesquisa-ação’, a qual consiste na participação ativa do pesquisador/aplicador de Biblioterapia, na qual, analisou-se as narrativas da direção sobre desafios enfrentados diariamente no ambiente escolar. Os resultados foram atingidos, pois as lágrimas derramadas demonstraram que principalmente a catarse durante o diálogo, que se efetivou. Considera-se que o resultado foi positivo, e os três elementos principais da biblioterapia: identificação, catarse e introspecção foram plenamente absorvidos durante toda a sessão.

Palavras-chaves: Biblioterapia. Gestores escolares. Biblioterapia-Identificação. Biblioterapia-Catarse. Biblioterapia-Introspecção.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis (Brasil) - ISSN 1414-0594

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.