Sala de aula invertida no enfrentamento <i>fake news</i>, desinformação e infodemia em época de Covid-19

Autores

Palavras-chave:

Desinformação. Infodemia. Sala de aula invertida. Competência em Informação. Educação Profissional e Tecnológica.

Resumo

O presente trabalho visa à apresentação do relato de experiência com o uso da metodologia ativa denominada ‘sala de aula invertida’, como proposta para uma intervenção pedagógica. Teve como objetivo apresentar o conceito de Fake News, desinformação e infodemia; e, as estratégias para identificação e não disseminação de informações falsas, sob o viés da competência em informação, e na perspectiva da educação profissional e tecnológica, para estudantes do curso técnico, integrado ao ensino médio, do Instituto Federal Goiano. A pesquisa, de abordagem qualitativa, descritiva, teve a fundamentação teórica baseada em revisão de literatura, apoiada no estudo de caso, para relatar uma situação do contexto real. Por fim, considera a sala de aula invertida como possibilidade para o ensino remoto, evidencia que estratégias de buscas informacionais e senso crítico são essenciais para a identificação de informações falsas, as quais podem impactar diretamente na vida das pessoas, sugerindo a necessidade do desenvolvimento ou aprimoramento da competência em informação para a utilização de informações de maneira ética e comprometida com a sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Letícia Rodrigues dos Santos, Instituto Federal Goiano

Bibliotecária no IF Goiano.

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional Tecnológica (ProfEPT/IF Goiano).

 

Elisângela Ladeira de Moura Andrade, Instituto Federal Goiano

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional Tecnológica (ProfEPT/IF Goiano).

Graduada em Letras (Português/Inglês) pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Emmanuela Ferreira de Lima, Instituto Federal Goiano

Doutora em Química pela Universidade de São Paulo (USP).

Professora do mestrado profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT/IF Goiano).

Juliana Cristina da Costa Fernandes, Instituto Federal Goiano

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás).

Professora do mestrado profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT/IF Goiano).

Downloads

Publicado

2021-09-15

Como Citar

Santos, L. R. dos, Andrade, E. L. de M., Lima, E. F. de, & Fernandes, J. C. da C. (2021). Sala de aula invertida no enfrentamento <i>fake news</i>, desinformação e infodemia em época de Covid-19. Revista ACB, 26(2), 1–20. Recuperado de https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1739