Bibliomosc: um serviço inovador em bibliotecas para potencializar as doações de sangue

Autores

Palavras-chave:

Bibliotecas. Doação de sangue. Serviços inovadores. Tecnologias de informação e comunicação.

Resumo

Neste artigo é apresentado o protótipo de um serviço inovador para bibliotecas, baseado em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), denominado BiblioMosc. O propósito do serviço é potencializar à doação de sangue ao mobilizar e, sensibilizar a comunidade de usuários da biblioteca no que se refere à necessidade dessa ação solidária. A metodologia utilizada possui uma abordagem qualitativa, do tipo exploratória, estudo de caso e bibliográfica. Os pilares do protótipo são: definição do modus operandi do serviço, produção do vídeo de divulgação, criação do QR Code, criação de um protótipo de site, bem como a criação das contas no Instagram e Facebook para o marketing do projeto. O Bibliomosc demonstrou que é possível implementar serviços inovadores com poucos recursos financeiros conforme realidade da biblioteca. Além de ser um projeto de caráter social que visa potencializar as doações de sangue nos hemocentros, corrobora para a divulgação da biblioteca idealizadora do projeto, resultando em um impacto positivo para a sociedade. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jordan Paulesky Juliani, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Professor do Programa de Pós-graduação em Gestão de Unidades de Informação (PPGInfo)

Luana Sontag, UDESC

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Gestão de Unidades de Informação (PPGInfo)

Luciana Schmidt, UDESC

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Gestão de Unidades de Informação (PPGInfo)

Viviane Formighieri Müller, UDESC

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Gestão de Unidades de Informação (PPGInfo)

Downloads

Publicado

2021-07-21

Como Citar

Juliani, J. P., Sontag, L., Schmidt, L., & Müller, V. F. (2021). Bibliomosc: um serviço inovador em bibliotecas para potencializar as doações de sangue. Revista ACB, 26(1), 1–19. Recuperado de https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1751

Edição

Seção

Relato de experiência