Dewey e Lewis: a noção de crescimento e o valor da experiência literária para crianças

José Claudio Morelli Matos, Clarice Fortkamp Caldin, Eliana Maria Santos Bahia Jacintho

Resumo


O artigo discute o tema dos fundamentos da crítica da literatura infantil, a partir do pensamento de C. S. Lewis. Destaca a ideia de crescimento, utilizada por Lewis para dar base à sua crítica. Identifica a necessidade de fundamentação teórica para as iniciativas de pesquisa e promoção da leitura no campo da biblioteconomia e da ciência da informação. Recorre à teoria do crescimento de John Dewey a fim de propor a substituição das noções de “criança” e “infância” pela de “imaturidade”, na discussão especializada acerca da leitura literária infantil. Relaciona as ideias de Lewis e Dewey a respeito do crescimento e aponta para o potencial da leitura literária em integrar as diversas modalidades da experiência, promovendo o crescimento da experiência compartilhada.


Palavras-chave


C. S. Lewis, John Dewey, literatura infantil, crescimento, biblioteca.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis (Brasil) - ISSN 1414-0594

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.