Ensino Remoto Emergencial na disciplina de Organização, Sistemas e Métodos em Unidades de Informação: relato das práticas pedagógicas para formação discente

Maria Aurea Montenegro Albuquerque Guerra, Italo Teixeira Chaves

Resumo


Discute questões relacionadas às mudanças de processos em decorrência do novo coronavírus (COVID-19), pautando a migração do ensino presencial para o ensino remoto emergencial, com enfoque nas práticas pedagógicas docentes. Levanta-se como problemática questões voltadas à adaptação, flexibilidade e aprendizagem durante o ensino remoto. Objetiva-se relatar como foi operacionalizado  as atividades de ensino remoto no curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Ceará. Deste modo configura-se como uma pesquisa exploratória e descritiva com abordagem qualitativa, onde utiliza-se formulários eletrônicos como instrumento de coleta de dados para analisar, compreender e avaliar os procedimentos remotos de ensino, no que tange ao acesso às tecnologias de informação e comunicação e as atividades e avaliações propostas no decorrer do semestre letivo. O estudo resulta em práticas exitosas, evidenciando a necessidade e importância da flexibilização e adaptação da disciplina para um bom desempenho dos discentes durante o ensino remoto emergencial. Por fim, conclui-se que o ensino remoto é uma realidade latente no âmbito educacional e que cabe ao docente transformar e ressignificar as práticas pedagógicas para um novo formato, descobrindo e inventando novas metodologias mediadas pela tecnologia de informação e comunicação.



Palavras-chave


Ensino remoto emergencial; COVID-19; Práticas pedagógicas; Tecnologias de informação e comunicação.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis (Brasil) - ISSN 1414-0594

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.