Preservação de arquivos em situação de translado

experiência de estágio obrigatório em Arquivologia

Autores

Palavras-chave:

Arquivos permanentes. Gestão documental. Preservação. Formação profissional

Resumo

O estágio obrigatório é parte essencial para a formação acadêmica do arquivista, pois o discente pode aplicar conhecimentos desenvolvidos durante a sua graduação em práticas cotidianas de arquivos. Durante o ano de 2022, o Arquivo Público de Santa Catarina (APESC) mudou de endereço e, dessa forma, demandou por práticas de translado que obedecessem às políticas de preservação e conservação de documentos. Para auxiliar nesse processo, a discente de Arquivologia em estágio obrigatório na instituição desenvolveu suas atividades, aplicando conhecimentos da função arquivística “preservação/conservação” de arquivos. Assim, o objetivo deste relato de experiência é descrever como foram aplicadas as técnicas de conservação de arquivo permanente em situação de translado. Metodologicamente, o relato segue o método experimental desenvolvido durante o estágio, destacando os resultados alcançados com as técnicas de higienização, acondicionamento e identificação dos documentos. Conclui-se que a experiência deste estágio pode servir de apoio a outras instituições que apresentem a mesma demanda do APESC.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cezar Karpinski, Universidade Federal de Santa Catarina

Professor Associado I da Universidade Federal de Santa Catarina onde atua nos cursos de graduação em Arquivologia, Biblioteconomia e Ciência da Informação, e no curso de Pós-Graduação em Ciência da Informação. Bacharel em Filosofia, mestre e doutor em História. Atuação e pesquisa na área de Ciência da Informação, nas interfaces: Informação e Memória; Estudos históricos e epistemológicos da Ciência da Informação; História dos Arquivos e das Bibliotecas; Patrimônio cultural, natural e documental; Conservação Preventiva. Ciência da Informação e Interdisciplinaridade; Gestão da Informação e do Conhecimento. Na área de História é especialista em História e Meio Ambiente, Rio Iguaçu (Séculos XIX e XX), Patrimônio Ambiental, Cataratas e Parque Nacional do Iguaçu, Hidrelétricas e História Oral. (Texto informado pelo autor)


Referências

ARQUIVO NACIONAL (BRASIL). Recomendações para a produção e o armazenamento de documentos de arquivo. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005.

BECK, I. Manual de preservação de documentos. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 1991.

BRITO, F. Confecção de embalagens para acondicionamento de documentos. São Paulo, Associação de Arquivistas de São Paulo, 2010.

CASSARES, N. C. Como fazer conservação preventiva em arquivos e bibliotecas. São Paulo, Arquivo do Estado - Imprensa Oficial, 2000.

COSTA, S. S. Relatório de estágio supervisionado em arquivologia. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2021. 33fls.

ENA. Arquivo Público do Estado de Santa Catarina. Florianópolis, 2019. Disponível em: https://www.enabrasil.sc.gov.br/outras-noticias/arquivo-publico-do-estado-de-santa-catarina-2/ Acesso em 15 fev. 2022.

GOMES, C. D. L. S. G.; MARQUES, A. A. C. Contribuições italianas para a compreensão da organicidade na arquivologia. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, v. 16, n. 1, p. 1-12, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.1981-0695.2021v16n1.57917 Acesso em: 08 abr. 2023.

GUICHEN, G. La conservationpreventive: simplemode ou changementprofound? Museum Internacional, nº. 201, volume 51, nº 1, 1999. Paris: UNESCO, 1999.

LUCCAS, L; SERIPIERRI, D. Conservar para não restaurar. Brasília: Thesaurus, 1995.

NASCIMENTO, G. G. Estabilização de documento para exposição. 1 fotografia digital. Color. Florianópolis, 2022.

PEREIRA, D. B.; SILVA, E. P. Funções arquivísticas: caracterizando finalidades de instituições de arquivo. Ágora, v. 29, n. 58, p. 1-22, 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/112488. Acesso em: 08 abr. 2023.

ROUSSEAU, J. Y.; COUTURE, C. Dos documentos administrativos aos arquivos. In: Os fundamentos da disciplina arquivística. Lisboa, Pt: Publicações Dom Quixote, 1998.

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO. Arquivo Público de Santa Catarina. Florianópolis, 2006.

SOUSA, L. M. K.; SILVA, E. C. L. da. O Arquivo Permanente: a gestão do patrimônio documental no Arquivo Público do Estado de Santa Catarina. Revista Ágora, Florianópolis, v. 24, n. 48, p. 260-283, 2014.

SPINELLI, J. Introdução à conservação de acervos bibliográficos: Experiência da Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 1996.

VERANI, S. O Arquivo, de meados de 1971 a meados de 1976. RevistaÁgora, Florianópolis, v. 1, n. 1, p. 10-13, jun. 1985. Disponível em: http://agora.emnuvens.com.br/ ra/article/view/16/pdf Acesso em 14 fev. 2022.

WOLLF, J. N. Conservação do Livro de Porta. 1 fotografia digital. Color. Florianópolis, 2022.

Downloads

Publicado

2023-10-23

Como Citar

Cunha, R. de C. C. da, & Karpinski, C. (2023). Preservação de arquivos em situação de translado: experiência de estágio obrigatório em Arquivologia. Revista ACB, 28(1), 1–17. Recuperado de https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1932

Edição

Seção

Relato de experiência