Inclusão é possível

divulgação e análise de ações inclusivas em bibliotecas

Autores

Resumo

O trabalho apresenta projetos de bibliotecas que promoveram inclusão em seu espaço. Objetiva ainda, divulgar ações com potencial de ampliar a atuação de bibliotecários em esforços para o desenvolvimento de espaços mais inclusivos e que possam estimular novas ações. Expõe formas distintas de inclusão de pessoas em bibliotecas, trazendo a importância de se pensar a quem se destinam esses espaços. A pesquisa justifica-se a partir da ideia de que ações de inclusão no contexto da biblioteca possam ser implementadas e ampliadas. Quanto ao método empregado, a pesquisa é caracterizada como descritiva e exploratória. No procedimento técnico, alinha-se como bibliográfica, e abordagem qualitativa. Como resultado, foram selecionados quatro projetos, escolhidos em uma pesquisa livre no Google, mas com diferentes focos, dirigidos para diferentes grupos sociais, a fim de se ter uma visão ampliada das ações inclusivas. As ações apresentadas demonstram a inclusão e protagonismo dos usuários no seu espaço, vindo ao encontro com as diretrizes da IFLA em seus manifestos para diferentes tipologias de biblioteca  e o que elas podem colaborar para novas metas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Mendes, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestre em Gestão de Unidades de Informação pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Graduado em Biblioteconomia pela Univeridade do Estado de Santa Catarina.

Kariane Regina Laurindo, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Doutoranda em Ciência da Informação no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais. Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação PPGInfo-UDESC, Graduada em Biblioteconomia com Habilitação em Gestão da Informação pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC.

Morena Pereira Porto

Graduação em Biblioteconomia (UFSC) e Mestrado em Gestão de Unidades de Informação (Udesc). Bibliotecária escolar.

Juliano Ricardo Zimmermann, Governo do Estado de Santa Catarina

Graduação em Biblioteconomia (Udesc), Especialização em Gerenciamento de Projetos e Mestrado em Gestão de Unidades de Informação (Udesc); Governo do Estado de Santa Catarina.

Referências

CALDIN, C. F. Reflexões acerca do papel do bibliotecário de biblioteca escolar.

Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 10, n. 2, p. 163-

, jan. 2005. Disponível em: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/431.

Acesso em: 20 jun. 2023.

CAMARGO, Eder Pires de. Inclusão social, educação inclusiva e educação especial: enlaces e desenlaces. Ciência e educação, Bauru, v. 23, n.1, jan-mar, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1516-73132017001000. Acesso em: 05 dez. 2023.

CARDOSO, Francilene. O negro na biblioteca: mediação da informação para construção da identidade negra. Curitiba, Editora CRV, 2015. 1144p.

CYSNE, Fátima Portela. Biblioteconomia: dimensão social e educativa. Fortaleza:

EUFC, 1993.

CUNHA, A. G. da. Dicionário etimológico da língua portuguesa. Rio de janeiro:

Lexikon, 2010.

HUMAN LIBRARY ORGANIZATION. Human Library. Copenhagen, 2022. Disponível em: https://humanlibrary.org/. Acesso em: 26 jan. 2023.

IFLA - International Federation of Library Associations. As bibliotecas e a

implementação da Agenda 2030 da ONU. 2015. Disponível em: https://www.ifla.org/wp-content/uploads/2019/05/assets/hq/topics/libraries-development/documents/libraries-un-2030-agenda-toolkit-pt.pdf. Acesso em: 20 jun. 2023.

JORNAL JOCA. Mi Casa, Tu Casa ∙ Minha Casa, Sua Casa. 2023. Disponível em: https://conteudo.jornaljoca.com.br/mi-casa#rd-section-kn7v9fyk. Acesso em: 27 jan. 2023.

LANKES, D. Vamos pensar juntos uma nova Biblioteconomia?. S. l.:

Createspace, 2012.

OLIVEIRA, Magali Araújo Damasceno de; ALVES, Márcia Valéria; MAIA, Maria Aniolly Queiroz. A função social do profissional da informação numa biblioteca inclusiva. In: Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação, CBBD, 25., 2013, Florianópolis. Anais eletrônicos [...]. Florianópolis: s. n., 2013. Disponível em: https://portal.febab.org.br/cbbd2019/article/view/1600. Acesso em: 27 jan. 2023.

PREFEITURA DE BELO HORIZONTE. Centros culturais públicos municipais de Belo Horizonte. Belo Horizonte, 2022. Disponível em: https://prefeitura.pbh.gov.br/fundacao-municipal-de-cultura/reabertura-dos-centros-culturais. Acesso em: 26 jan. 2023.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani de César. Metodologia do Trabalho Científico: Métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Rio Grande do Sul: Universidade Feevale, 2013. 2 ed.

SANCHES NETO, Asy Pepe. Biblioteca social: atividades biblioteconômicas voltadas para fazer do acesso à informação um meio de inclusão social. In: Encontro Regional de Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência da Informação e Gestão da informação, EREBD, 19., 2011, São Luís, Anais eletrônicos […]. São Luís: s. n., 2011. Disponível em: https://docplayer.com.br/8527200-Biblioteca-social-atividades-biblioteconomicas-voltadas-para-fazer-do-acesso-a-informacao-um-meio-de-inclusao-social-1.html. Acesso em: 27 jan. 2023.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão: acessibilidade no lazer, trabalho e educação.

Revista Nacional de Reabilitação (Reação), São Paulo, Ano XII, mar./abr. 2009,

p. 10-16. Disponível em: https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/211/o/SASSAKI_-_Acessibilidade.pdf?1473203319. Acesso em: 05 de dez. 2023.

Downloads

Publicado

2023-12-06

Como Citar

Mendes, L., Laurindo, K. R., Porto, M. P., & Zimmermann, J. R. (2023). Inclusão é possível : divulgação e análise de ações inclusivas em bibliotecas. Revista ACB, 28(2), 1–14. Recuperado de https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/2057