A Biblioterapia como disciplina nos cursos de graduação em Biblioteconomia do Brasil

uma possibilidade

Autores

Resumo

A Biblioterapia se propõe a colocar em movimento a interação entre as pessoas e as relações entre elas por meio da leitura de textos literários. É uma atividade que pode ser praticada por bibliotecários e pode ser inserida em seu rol de atuação tanto nas bibliotecas quanto fora delas. Este trabalho objetiva compreender a importância de incluir a disciplina de Biblioterapia nos cursos de graduação em Biblioteconomia em Instituições de Ensino Superior do Brasil. É uma pesquisa aplicada; quali-quantitativa; descritiva e exploratória; bibliográfica e documental. Os instrumentos utilizados para a coleta de dados foram o questionário e a entrevista. Como resultado salientamos a pouca visibilidade da Biblioterapia como disciplina nos cursos de graduação em Biblioteconomia. A maioria dos coordenadores de cursos e dos entrevistados partilham da mesma opinião: a disciplina de Biblioterapia é importante para a formação do bibliotecário e para a sociedade em geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leila Rosangela Grieger

Graduada em Biblioteconomia pela Universidade do Estado de Santa Catarina - Udesc.

Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação da Universidade do Estado de Santa Catarina - Udesc. 

Lattes: http://lattes.cnpq.br/3917575474676713 

ORCID https://orcid.org/0000-0003-1850-3549

Daniella Camara Pizarro, Universidade do Estado de Santa Catarina-UDESC

Doutora e Mestre em Ciência da Informação. Graduada em Biblioteconomia. Professora adjunta da graduação em Biblioteconomia e do Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação (PPGInfo) da Universidade do Estado de Santa Catarina-UDESC

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2009. 281 p.

BOFF, Leonardo. Saber cuidar: ética do humano: compaixão pela terra. 10. ed. Petrópolis: Vozes, 2004. 199 p.

BRASIL. Parecer CNE/CES 492/2001. Brasília: Ministério da Educação/Conselho Nacional de Educação, 2001. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES0492.pdf . Acesso em 21 set. 2023.

BRASIL. Ministério da Educação. Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Biblioteconomia na modalidade a distância. 2018. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/acoes-e-programas/educacao-a-distancia/universidade-aberta-do-brasil/mais-sobre-o-sistema-uab/cursos-nacionais-do-sistema-universidade-aberta-do-brasil/bibead . Acesso em: 18 set. 2023.

BRASIL. Ministério da Educação. Educação a Distância. 2020. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/perguntas-frequentes/educacao-a-distancia . Acesso em: 18 set. 2023.

BRASIL. Fundação Biblioteca Nacional. Histórico. Brasília, 2022. Disponível em https://www.gov.br/bn/pt-br/acesso-a-informacao-2/institucional/sobre-a-fbn/historico/1861-1880 . Acesso em: 21 set. 2023.

CALDIN, Clarice Fortkamp. Leitura e terapia. 2009. 216 f. Tese (Doutorado) – Curso de Pós-Graduação em Literatura, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2009. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/92575 . Acesso em: 26 set. 2023.

CALDIN, Clarice Fortkamp. Biblioterapia: um cuidado com o ser. São Paulo: Porto de Idéias, 2010. 199 p.

CASTRO, César Augusto. História da Biblioteconomia Brasileira: perspectiva histórica. Brasília: Thesaurus, 2000. 287 p.

D'ONOFRIO, Salvarote. Literatura ocidental: autores e obras fundamentais. 2. ed. São Paulo: Atica, 1997. 527 p.

FERREIRA, Danielle Thiago. Biblioterapia: uma prática para o desenvolvimento pessoal. ETD: Educação Temática Digital. Campinas, SP, v. 4, n. 2, p. 35-47, jun. 2003. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/620/635 . Acesso em 25 set. 2023.

FONSECA, Edson Nery da. Introdução à Biblioteconomia. 2 ed. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2007. 152 p.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010. 184 p.

GRIEGER, Leila Rosângela. Biblioterapia no Brasil: um panorama da produção científica no século XXI. 2021. 156 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Centro de Ciências Humanas e da Educação, Universidade do Estado de Santa Catarina, Curso de Biblioteconomia, Florianópolis, 2021. Disponível em: http://sistemabu.udesc.br/pergamumweb/vinculos/0000a2/0000a2a0.pdf. Acesso em: 28 nov. 2023.

GRIEGER, Leila Rosângela. A biblioterapia como disciplina nos cursos de graduação em biblioteconomia em instituições de ensino superior do Brasil: uma possibilidade. 2023. 179 p. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2023. Disponível em: https://www.udesc.br/faed/ppginfo/defesas/2023 . Acesso em 28 nov. 2023.

HASSE, Margareth. Biblioterapia como texto: análise interpretativa do processo biblioterapêutico. 2004. 124 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Linguagens) – Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba. 2004.

LE COADIC, Ives-François. A ciência da Informação. 2. ed. rev. e atual. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2004. 124 p.

LUCAS, Elaine R. de Oliveira; CALDIN, Clarice Fortkamp; SILVA, Patrícia V. Pinheiro da. Biblioterapia para crianças em idade pré-escolar: estudo de caso. Perspectivas em Ciência da Informação. Belo Horizonte, v. 11, n. 3, p. 398-415, set./dez. 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1413-99362006000300008&lng=pt&tlng=pt . Acesso em: 28 nov. 2023.

PIZARRO, Daniella Camara. Entre o saber-fazer e o saber-agir: o que professam os docentes de biblioteconomia em Santa. Catarina. 2017. 535 p. Tese (Doutorado) – Centro de Ciências da Educação - Programa Pós-Graduação em Ciência da Informação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2017. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/185647. Acesso em: 28 nov. 2923.

SILVA, Edna Lúcia da; MENEZES, Estera Muszkat. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 3. ed. Florianópolis: UFSC, 2005. 138p.

SOUSA, Carla. Biblioterapia como recurso para a formação humana do bibliotecário. Revista ACB, [S.l.], v. 23, n. 3, p. 362-371, dez. 2018a. Disponível em: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1510/pdf . Acesso em: 29 set. 2023.

SOUSA, Carla. Clarice Fortkamp Caldin fala da sua dedicação à Biblioterapia e da importância do tema para a Biblioteconomia. Revista ACB, [S.l.], v. 23, n. 2, p. 347-353, abr./jul., 2018b. Disponível em: https://revistaacb.emnuvens.com.br/racb/article/view/1502. Acesso em: 28 set. 2023.

SOUSA, Carla. Biblioterapia & mediação afetuosa da literatura. Florianópolis, SC: Ed. Da Autora, 2021. 120 p.

UNOCHAPECÓ. Biblioterapia e Mediação da Leitura Literária. Chapecó. 2023. Disponível em https://www.unochapeco.edu.br/biblioterapia-e-mediacao-da-leitura-literaria-3a-ed .Acesso em: 22 mar. 2022.

Downloads

Publicado

2023-12-07

Como Citar

Grieger, L. R., & Pizarro, D. C. (2023). A Biblioterapia como disciplina nos cursos de graduação em Biblioteconomia do Brasil: uma possibilidade. Revista ACB, 28(4). Recuperado de https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/2102