Biblioterapia como recurso humanizador na biblioteca escolar

Autores

  • Rodenir do Carmo Zucatelli Dal Piaz Prefeitura Municipal de Vila Velha ES
  • Gleice Pereira Universidade Federal do Espirito Santo

Palavras-chave:

Biblioterapia. Biblioterapia de Desenvolvimento. Literatura. Humanização. Biblioteca Escolar. Leitura. Meidação da Leitura Literária

Resumo

Este artigo apresenta como a Biblioterapia de Desenvolvimento pode ser transformadora no ambiente escolar, ajudando na humanização não só dos estudantes, mas também de todo o corpo docente da escola. Valendo-se da leitura, a Biblioterapia de Desenvolvimento cria, na escola, espaços de cuidado e acolhimento promovendo a escuta atenta e amorosa e oportunizando o estudante expressar seus sentimentos e emoções propiciando assim, a concretização dessa ação. Além disso, essa atividade terapêutica busca possibilitar que toda a equipe escolar cuide de si para assim, poder cuidar do outro, auxiliando no desenvolvimento psíquico e emocional, tão importante para a saúde física e mental do ser humano. A literatura vem como recurso renovador de cuidado terapêutico e ajuda a resgatar o lado humanizador tão necessário nos tempos atuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodenir do Carmo Zucatelli Dal Piaz, Prefeitura Municipal de Vila Velha ES

Bibliotecária Escolar
Formada pela Universidade Federal do Espirito Santo
Mediadora de Biblioterapia de Desenvolvimento
Especialização em Biblioterapia e Mediação da Leitura Literária

Referências

ALVES, M. H. H. A aplicação da biblioterapia no processo de reintegração social. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 15, n. 1/2, p. 54-61, 1982. Disponível em: https://www.brapci.inf.br/_repositorio/2011/08/pdf_09e78c51e2_0018372.pdf. Acesso em: 23 fev. 2023.

ALVES, S. V. A Literatura como Recurso Terapêutico para o Leitor. São Paulo: Baraúna, 2020.

ARISTÓTELES. A arte poética. Trad. Pietro Nassett. São Paulo: Editora Martin Claret, 2003.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

CALDIN, C. F. A leitura como função terapêutica: biblioterapia. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 6, n. 12, p. 32-44, 2001. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/36. Acesso em: 03 de abr. 2022.

CALDIN, C. F. Biblioterapia: um cuidado com o ser. São Paulo: Porto de Ideias, 2010.

CASTRO, R. B.; PINHEIRO, E. G. Biblioterapia para idosos: o que fica e o que significa. Biblionline, João Pessoa, v. 1, n. 2, 2005. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/biblio/article/view/586. Acesso em: 12 de abr. 2023.

CAVALHEIRO, S. M.; SILVA, J. E.; BILHAR, A C. Vivência de Biblioterapia com os alunos do terceiro ano da EEB Intendente José Fernandes: relato de experiência. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, v. 24, n. 1, p. 297-304, 2019. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=7387943. Acesso em: 23 fev. 2023.

CHAGAS, R. L.; PIZARRO, D. C. Atividade de biblioterapia com usuários dos Centros de Atenção Psicossocial da Biblioteca Central da UFSC. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 15, p. 72-91, 2019. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/1351. Acesso em: 23 fev. 2023.

CHAVES, I. T.; ALBUQUERQUE, R. M. F.; LAVOR FILHO, T. L. Odisséias literárias: biblioterapia de desenvolvimento aplicada no Tribunal Regional do Trabalho do Ceará. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, v. 25, n. 3, p. 751-765, 2020. Disponível em: https://www.revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1683. Acesso em: 23 fev. 2023.

COMPAGNON, A. Literatura para quê? Belo Horizonte: UFMG, 2009.

ERCOLE, F. F.; MELO, L. S.; ALCOFORADO, C. L. G. C. Revisão integrativa versus revisão sistemática. Revista Mineira de Enfermagem, v. 18, n. 1, p. 9-12, 2014. http://dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20140001. Acesso em: 23 fev. 2023.

FONSECA, D. L. S.; SILVA JUNIOR, C. L. O projeto de biblioterapia e humanização “Nem todo herói usa capa, alguns leem livros”: um relato de experiência na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCECON). Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina v. 26, n. 1, p. 1-14, 2021. Disponível em: <https://www.revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1774>. Acesso em: 23 fev. 2023.

FONSECA, K. H. O. A influência da pós-modernidade no âmbito da literatura clássica na formação de leitores. Revista onisciência, v.1, n. 1, p. 50-66, 2012. Disponível em: https://revistaonisciencia.com/wp-content/uploads/2020/02/Artigo-Karla-A-INFLU%C3%8ANCIA-DA-P%C3%93S.pdf. Acesso em: 14 out. 2022.

GALLIAN, D. A Literatura como remédio: os clássicos e a saúde da alma. São Paulo: Martin Claret, 2017.

MALTEZ, C. M. R. S. A Biblioteca Escolar e a Biblioterapia: relato de uma experiência. Dissertação de Mestrado em Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares. Universidade Aberta. Lisboa, 2011. Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/2302. Acesso em: 23 fev. 2023.

MORET, R. T. L.; SANTANA, M. V. B. Biblioterapia:. Biblionline, v. 15, n. 3, p. 89-94, 2019. DOI: 10.22478/ufpb.1809-4775.2019v15n3.49173 Acesso em: 23 fev. 2023.

NADAL, L. M. K.; KANO, I. T.; MELLO, J. C. R. Humanização e direito à educação através da biblioterapia. Biblionline, v. 16, n. 1, p. 110-116, 2020. DOI: 10.22478/ufpb.1809-4775.2020v16n1.52688 Acesso em: 23 fev. 2023.

OUAKNIN, M. A. Biblioterapia. São Paulo: Loyola, 1996.

PAULA, D. A literatura como recurso terapêutico. Protestantismo em Revista, v. 36, p. 118-126, 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v36i0.2387. Acesso em: 23 fev. 2023.

PEREIRA, A. M. G. S. Leitura para enfermos: uma experiência em um hospital psiquiátrico. Dissertação (Mestrado em Biblioteconomia). Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa. 1987. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/14070. Acesso em: 23 fev. 2023.

PEREIRA, M. M. G. Biblioterapia. Paraíba: Editora Universitária UFPB, 1996.

PETIT, M. A arte de ler ou como resistir à adversidade. São Paulo: Ed. 34, 2018.

PINHEIRO, E. G. Biblioterapia para o idoso projeto renascer: um relato de experiência. Informação & Sociedade: Estudos, v. 8 n.1 1998, n. 1, 1998. Disponível em: <http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/92226>. Acesso em: 22 de abr. 2022.

PINTO, V. B. A biblioterapia como campo de atuação para o bibliotecário. Transinformação, v. 17, n. 1, p. 31-43, 2005. DOI: 10.1590/S0103-37862005000100003. Acesso em: 23 de abr. 2022.

PRADO, C. A. R.; MADALENA, C. S. Biblioterapia com os gestores de uma Escola de Educação Básica de Chapecó (SC): relato de experiência. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, v. 24, n. 2, p. 450-455, 2019. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=7389312. Acesso em: 23 fev. 2023.

RATTON, A. M. L. Biblioterapia. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, v. 4, n. 2, p. 198-214, 1975. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reb/article/view/36171. Acesso em: 23 fev. 2023.

RIBEIRO, N. C. R.; LÜCK, E. H. Biblioterapia em tempos de COVID-19: como a prática pode auxiliar na manutenção da saúde mental de pesquisadores, docentes e discentes. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, v. 7, n. 1, p. 24-53, 2020. DOI: https://doi.org/10.24208/rebecin.v7iespecial.185. Acesso em: 23 fev. 2023.

SANTOS, L. R. et al. Biblioterapia na Sociedade Espírita Obreiros da Vida Eterna (SEOVE): relato de experiência. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, v. 24, n. 1, p. 305-312, 2019. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=7387944. Acesso em: 23 fev. 2023.

SCLIAR, M. A paixão transformada: história da medicina na literatura. Editora Companhia das Letras, 1996.

SEITZ, E. M. Biblioterapia: uma experiência com pacientes internados em clínicas médicas. Florianópolis: ACB: Habitus, 2006.

SILVA, A. M. Características da produção documental sobre biblioterapia no Brasil. Dissertação (Mestrado em Psicologia). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/101729. Acesso em: 23 fev. 2023.

SILVA, V. B. Biblioterapia no Brasil: uma revisão integrativa. Tese (Doutorado em Psicologia Educacional). Centro Universitário UNIFIEO, Osasco, SP, 2021. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=10990109. Acesso em: 23 fev. 2023.

SOUSA, C.; CALDIN, C. F. Biblioterapia: o quiasma entre as ciências. Informação & Informação, v. 22, n. 3, p. 484-501, 2017. DOI: 10.5433/1981-8920.2017v22n3p484. Acesso em: 20 de mai. 2022.

TODOROV, T. A Literatura em Perigo. Rio de Janeiro: DIFEL, 2009.

WITTER, G. P. Biblioterapia: desenvolvimento e clínica. In: WITTER, G. P. (Org.). Leitura e Psicologia (pp. 181-198). Campinas: Alínea, 2004.

Downloads

Publicado

2023-12-13

Como Citar

Piaz, R. do C. Z. D., & Pereira, G. (2023). Biblioterapia como recurso humanizador na biblioteca escolar. Revista ACB, 28(4), 1–20. Recuperado de https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1927